Total de visualizações de página

O MELHOR DA NOTICIA BLOG IGARAPÉ GRANDE DE TODOS

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Temer anuncia que usará Forças Armadas para conter crise carcerária



Diante da atual crise nos presídios brasileiros, o governo de Michel Temer anunciou na tarde desta terça-feira (17) que vai colocar as Forças Armadas à disposição dos Estados.

A informação foi passada pelo porta-voz da Presidência, Alexandre Parola, em um pronunciamento rápido, que durou cerca de três minutos. 

"A reconhecida capacidade operacional dos nossos militares é oferecida aos governadores para ações de cooperação específicas em penitenciárias", declarou.

Segundo Parola, os militares farão "inspeções rotineiras nos presídios com vistas à detecção e à apreensão de materiais proibidos naquelas instalações". "As ações serão de controle total do Ministério da Defesa", enfatizou.

O porta-voz afirmou, no entanto, que a presença das Forças Armadas nos Estados terá de ter o aval dos governadores, "em face do princípio federativo".

Ainda de acordo com Parola, a operação "visa restaurar a normalidade e os padrões básicos de segurança nos estabelecimentos carcerários brasileiros".

Logo no começo de sua fala, o porta-voz fez questão de lembrar que os governos estaduais são "responsáveis constitucionais pelos estabelecimentos carcerários", mas afirmou que "é fato que a crise ganhou contornos nacionais, o que exige ação extraordinária do governo federal".
 
Entre as medidas anunciadas pelo governo federal, estão também: integração dos órgãos de inteligência do governo, comunicação "ainda mais próxima" com os setores de inteligência dos Estados e criação de comissão para reformar o sistema penitenciário brasileiro. 

Crise carcerária

Do começo do ano até agora, foram registradas mais de 130 mortes de detentos em presídios brasileiros. Ao longo de todo o ano passado, foram ao menos 372 assassinatos dentro de unidades prisionais no país.

Diante do agravamento da crise carcerária, o governo federal realizou reuniões na manhã de hoje para discutir o assunto.

O ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, se encontrou com secretários de segurança de todo o país para ouvir relatos de cada um sobre a situação nas unidades prisionais. 

Já Michel Temer se reuniu com representantes da Polícia Federal, da Abin (Agência Brasileira de Inteligência), do GSI (Gabinete de Segurança Institucional) e das Forças Armadas.


Do UOL


Correios vão virar operadora de celular a partir de fevereiro


(Foto: reprodução)



A partir de fevereiro deste ano, o Brasil ganhará uma nova operadora de telefonia celular: os Correios. Sim, a estatal terá uma operadora móvel virtual (MVNO, na sigla em inglês), que mira o público das classes C e D e aposta na alta capilaridade dos serviços da empresa, com 12 mil agências, para alavancar a distribuição.

O plano vem de longa data. O primeiro registro de que os Correios tinham o interesse em tornar-se uma MVNO é de 2014, com a autorização do Ministério das Comunicaçõespara que a empresa começasse a operar desta forma. A proposta é aproveitar a força da marca dos Correios para alcançar 1 milhão de usuários até o fim do ano.

Como MVNO, os Correios não terão infraestrutura própria. A estatal fechou acordo com a empresa EUTV, também conhecida pelo nome fantasia Surf Telecom, para prestação do serviço. Curiosamente, a Surf também é uma MVNO, que usa a infraestrutura da TIM para operar nacionalmente.

Os Correios prometem simplicidade e clareza na forma como prestam seu serviço. Uma pesquisa da empresa diz que a maioria do público não confia nas companhias, e que não vê clareza sobre como seus créditos são gastos. O objetivo é deixar muito claro quantos gigabytes de dados, quantos minutos de chamadas e quantas mensagens SMS estão inclusas no plano contratado. A empresa também aposta em sua marca, vista como uma das instituições mais confiáveis do Brasil ao lado da família e do corpo de Bombeiros, de acordo com Ara Minassian, coordenador do projeto.

A ideia inicialmente é vender apenas planos pré-pagos, e tanto os chips quanto as recargas poderão ser compradas nas agências pelo Brasil. Mais detalhes devem ser revelados em fevereiro, quando ocorrerá o lançamento do serviço.


Por OLHAR DIGITAL


domingo, 15 de janeiro de 2017

Homem é morto a tiros no meio da Praça do Mercado em Bernardo do Mearim


Na noite deste sábado (14/01), por volta das 22h,  Bernardo do Mearim (MA), Francisco da Conceição Silva, mais conhecido pelo apelido de "Tota" foi morto a tiros, enquanto bebia em companhia da esposa e de um amigo na Praça do Mercado.

Segundo informações, os assassinos chegaram ao local, abordaram os clientes de um bar, perguntando quem era o "Tota". Ao identificar a vítima um deles disparou, a queima roupa, cerca de 4 tiros. Tota morreu no local e os criminosos fugiram numa moto.

A polícia esteve no local e entrou em operação para prender os criminosos.

Ainda segundo informações, Tota era morador de um povoado da zona rural de Trizidela do Vale.

O corpo foi levado  ao hospital local para ser examinado.

Fonte : BLOG DO CARLINHOS                              

sábado, 14 de janeiro de 2017

Apostador de Afonso Cunha MA é um dos Ganhadores da lotofácil



 Concurso de número  1461 da lotofácil da Caixa Econômica Federal realizado em (13/01/2017), contemplou um(a) apostador(A) da cidade de Afonso Cunha MA, cerca de 50 km de Chapadinha.

O Sorteio foi realizado no Caminhão da Sorte em BELÉM, PA.


Três pessoas acertaram os 15 números do concurso 1461 e faturaram o valor de R$ 625.164,78, entre os ganhadores está o de Afonso Cunha, que até o momento mantém a identidade sob sigilo, o que lhe garante por lei.

Segundo supersticiosos a sexta feira 12 é de má sorte, mas para o apostador de Afonso Cunha foi de muito boa sorte. Quem será ele ou ela?

Premiação - 1º Sorteio
15 acertos
3 apostas ganhadoras, R$ 625.164,78
14 acertos
477 apostas ganhadoras, R$ 1.728,28
13 acertos
16714 apostas ganhadoras, R$ 20,00
12 acertos
198211 apostas ganhadoras, R$ 8,00
11 acertos
1006791 apostas ganhadoras, R$ 4,00
Ganhadores por Região
GOIÂNIA - GO 
1 pessoa ganhou o prêmio para 15 acertos
AFONSO CUNHA - MA 
1 pessoa ganhou o prêmio para 15 acertos
SÃO PAULO - SP 
1 pessoa ganhou o prêmio para 15 acertos

Arrecadação total
R$ 23.227.830,00 
Números sorteados  


Por  ALEXANDRE CUNHA                                     

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Anonymous ameaça Gonverno após declaração sobre limite da internet fixa


(Foto: Reprodução)


Por OLHAR DIGITAL                                               

Menos de 24 horas após a declaração do ministro Gilberto Kassab confirmando que a banda larga fixa brasileira vai contar com limites de dados, o conglomerado ativista Anonymous se manifestou nas redes sociais e prometeu iniciar uma guerra contra as autoridades que regulam o setor. O objetivo é impedir que os usuários sejam prejudicados com a medida.
O anúncio foi feito por duas das células mais conhecidas do grupo, a AnonBRNews e a AnonOps. Elas postaram uma imagem nas redes sociais com os dizeres “não se atrevam”. Com isso, é plausível esperar que o grupo esteja planejando algum ataque contra as operadoras e também contra os órgãos que comandam a internet no Brasil.

Essa não foi a primeira vez que o Anonymous se posicionou contra a possível alteração na maneira como os planos de banda larga fixa são comercializados no país. Ainda em 2015, o grupo atacou a Anatel na chamada OpOperadoras. Na época, um dos hackers que participou do ataque contou ao Olhar Digital os motivos do ataque. Segundo ele, a agência cometeu um ato de “traição” perante seus consumidores, que viam a instituição como um escudo contra as ações do mercado de telefonia brasileiro.
A polêmica do fim da banda larga fixa ilimitada começou ainda no ano passado, quando algumas operadoras, em especial a Vivo, sinalizaram que pretendiam adotar planos com pacotes de dados semelhantes aos comercializados na internet móvel. Como era de se esperar, os consumidores logo protestaram contra as empresas e também contra a Agência Nacional de Telecomunicações, a Anatel. Um levantamento realizado na época mostra por que devemos temer o limite de consumo na banda larga.
Curiosamente, o Ministério da Ciência e Tecnologia foi quem lutou contra a Anatel no caso. Foram eles que enviaram um ofício à entidade de defesa do consumidor Proteste. Assinado por Maximiliano Martinhão, secretário de inclusão digital e internet da pasta, o documento informa que as companhias não poderão adotar práticas de redução de velocidade, suspensão de serviço e cobrança de tráfego excedente após o esgotamento da franquia. A medida tinha validade por tempo indeterminado.


quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

O Governo está disponibilizando desde ontem terça feira (10) o auxílio aos beneficiários do Programa Bolsa Escola



O Governo do Maranhão está disponibilizando, desde ontem terça (10), o recurso para os beneficiários do Programa Bolsa Escola, referente à segunda etapa da ação. Cerca de 1 milhão de famílias contempladas pelo programa na primeira etapa, realizada no ano passado, terão depositado em suas contas o auxílio no valor de R$ 51,00 por filho matriculado regularmente em escola pública, para uso exclusivo na compra de materiais escolares. A coordenação do Bolsa Escola é de responsabilidade da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (Sedes).

Recursos da ordem de aproximadamente R$ 59,2 milhões estão sendo investidos pelo Governo do Estado para execução da segunda etapa do programa, ou seja, uma média de R$ 14 milhões a mais que o valor aplicado no ano passado, quando foram alocados R$ 45 milhões para o desenvolvimento da ação.

Segundo o titular da Sedes, Neto Evangelista, somente os beneficiários que continuam atendendo aos critérios estabelecidos Bolsa Escola receberão o auxílio nessa segunda etapa do programa. Entre os critérios estão a exigência de ser beneficiário do Programa Bolsa Família, ter entre 4 e 17 anos e ser aluno regularmente matriculado em escola pública. Caso um desses itens não atenderem mais ao que termina os termos do projeto, o participante deixará de receber o benefício. O secretário informa, ainda, que os cartões magnéticos enviados aos beneficiários no ano passado continuam valendo para a compra dos produtos na etapa atual.

Ainda conforme Neto Evangelista, mais 110 mil novos beneficiários passam a receber o auxílio nesta segunda etapa do programa Bolsa Escola (Mais Bolsa Família). Entretanto, os cartões magnéticos que dão acesso ao benefício aos novos usuários passarão a ser entregues somente após a assinatura do Termo de Pactuação que será firmado entre o Governo do Estado e as Prefeituras Municipais, em solenidade a ser realizada ainda este mês. O Termo repassa aos Municípios, por meio dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras), a responsabilidade pela entrega dos cartões.

Além de atribuir à Administração Municipal essa responsabilidade, a gestão compartilhada proposta pelo Termo de Pactuação estabelecerá outras ações de colaboração mútua na execução do Bolsa Escola (Mais Bolsa Família), com o objetivo de promover melhorias à implementação do programa, envolver a gestão municipal no processo de desenvolvimento da ação e garantir maior proximidade entre a população usuária do benefício e a Coordenação Estadual do programa, desenvolvida pela Sedes.

“É um programa de grande alcance social que já começou grande. O primeiro ano de implementação foi importante para verificarmos todo o andamento do processo, os entraves, os pontos positivos e negativos e, dessa forma, buscar os melhores caminhos para sua plena execução. Nessa segunda etapa, o Governo do Maranhão busca aperfeiçoar ainda mais a ação, cercando-se de todo o aparato possível para que o benefício chegue de fato a todos as crianças e adolescentes contemplados pelo programa”, afirmou Neto Evangelista.

Entre as ferramentas que serão utilizadas pelo Governo do Estado para agilizar e facilitar o processo de recebimento do auxilio pelos beneficiários estão a reinstalação da Ouvidoria, que estará apta a repassar todas as informações pertinentes ao ‘Bolsa Escola’, por meio do telefone 0800 098 1656; e a participação do Procon na execução do  programa. O órgão de Defesa do Consumidor passará a acompanhar todo o processo de execução do programa, para coibir práticas de preços abusivos de materiais escolares, nos estabelecimentos comerciais credenciados à venda dos produtos, e, também, impedir possíveis ocorrências de retenção dos cartões magnéticos pelos comerciantes.

Estabelecimentos

Este ano, o Estado credenciou 1.413 estabelecimentos comerciais para realizarem a venda dos materiais escolares contemplados pelo programa, em todo o Maranhão. O número é aproximadamente 69% a mais que no ano passado, quando foram habilitados 843 comércios para efetuar a venda dos produtos.

Há 25 anos no ramo, Juarez Moraes de Sousa Filho, comerciante em Pinheiro explica porque o interesse em vender para os Beneficiários do Bolsa Escola. “Minha loja estava para fechar, as contas todas atrasadas, no meio de uma crise, quando começaram a chegar os pais dos alunos e comprar o material. Tive que reabastecer o estoque e a loja ficou tão bem que as marcas começaram a mandar representantes, pudemos conseguir materiais em melhores condições. O programa foi extraordinário”, explicou.

Além do comércio de seu Juarez, é possível acessar a lista completa dos estabelecimentos credenciados no site do programa, no endereço: http://www.bolsaescola.sedes.ma.gov.br

O Programa Bolsa Escola, iniciativa do Governo do Estado, consiste na transferência direta de recursos para aquisição de material escolar às famílias beneficiadas pelo Programa Bolsa Família, que tenham em sua composição crianças e adolescentes com idade entre 4 e 17 anos, regularmente matriculados em escolas públicas.

A ação, além proporcionar mais dignidade aos alunos da rede pública, que passam a obter produtos escolares que não teriam condições de obter, contribui ainda para redução da evasão escolar e a melhoraria das condições de aprendizagem dos alunos de escolas públicas que estejam em situação de extrema pobreza.

A transferência do recurso é feita pelo Governo do Estado, em parcela única anual, paga no início de cada ano. A compra do material escolar é realizada pelos beneficiários por meio de cartão magnético fornecido ao responsável familiar de cada criança e adolescente. Entre os materiais que podem ser adquiridos estão mochila, lápis, caneta, borracha, régua, cadernos e similares, livros paradidáticos indicados pela escola, uniforme, tênis, meias, calças, bermudas, camisas e camisetas, entre outros produtos compreendidos pelo conceito de material escolar.

O valor do repasse também foi acrescido de R$ 46,00 para R$ 51,00 por filho matriculado regularmente em escola pública. Podem ser adquiridos todos os produtos com finalidade escolar.


FORTALEZA : Casal faz sexo com janela aberta e recebe aplausos de multidão



O que era para ser um ato privado acabou virando uma atração pública em Fortaleza, Ceará. Na última quinta-feira (5), um casal resolveu fazer sexo primeiro andar de um hotel localizado na Avenida Beira-Mar. O problema é que, além da luz acesa, os pombinhos ainda deixaram a janela aberta.

Logo uma multidão se formou em frente ao hotel para assistir ao “espetáculo”. “Arrocha!”, “mais um” e “ninguém fica na minha frente” são apenas algumas das frases entoadas pela “plateia”.

O melhor é que mesmo com toda a algazarra na frente do hotel, o casal parece não se incomodar. Só depois de algum tempo o homem se levanta e apaga a luz para tristeza da galera.

Não preciso dizer que o vídeo saiu rodando as redes sociais e fez a alegria nos grupos de WhatsApp, né?

Dá só uma olhada:                                                 
                       

Fonte : NE 10
Com Informações do : CORREIO24HORAS